Close

Escrita criativa: da ideia ao texto | Rubens Marchioni

UMA CONVERSA RÁPIDA COM QUEM DESEJA CRIAR,
ESCREVER E EDITAR COM MAIS RAPIDEZ E ADEQUAÇÃO.

 

Se você abriu este livro é porque gosta ou precisa escrever de forma criativa. Talvez queira contar uma história, mas não sabe como começar. Ou, ainda, busca que seu texto ganhe elegância, clareza e, em consequência, leitores. Seja qual for o motivo, você encontrará aqui ferramentas preciosas para aprimorar a forma como escreve. Mas, afinal, o que é escrita criativa? De forma sucinta: é a arte de expressar ideias de maneira original, sem o ranço do lugar-comum. Mesmo temas aparentemente banais ou áridos podem ser retratados de forma criativa. Por outro lado, sem dedicação e cuidado, temas que seriam atraentes tornam-se chatos.

Um bom exemplo, que costuma ser contado em sala de aula para adolescentes entediados, é o de Graciliano Ramos. Antes de se tornar um escritor admirado nacionalmente, foi prefeito de Palmeira dos Índios. Como tal, tinha de prestar contas ao governador de Alagoas, mandando relatórios anuais. Pois bem, esses relatórios eram verdadeiras peças literárias e de tão interessantes foram lidos não apenas pela autoridade a quem eram dirigidos, mas também reproduzidos em jornais de Alagoas e até do Rio de Janeiro.e você abriu este livro é porque gosta ou precisa escrever de forma criativa. Talvez queira contar uma história, mas não sabe como começar. Ou, ainda, busca que seu texto ganhe elegância, clareza e, em consequência, leitores. Seja qual for o motivo, você encontrará aqui ferramentas preciosas para aprimorar a forma como escreve. Mas, afinal, o que é escrita criativa? De forma sucinta: é a arte de expressar ideias de maneira original, sem o ranço do lugar-comum. Mesmo temas aparentemente banais ou áridos podem ser retratados de forma criativa. Por outro lado, sem dedicação e cuidado, temas que seriam atraentes tornam-se chatos.

Mas você não precisa ser um Graciliano Ramos para escrever criativamente. Quer ver? Na última prova do meu curso de pós-graduação, na ESPM, optei por responder a única pergunta contando uma história, isto é, criando ficção – eis a forma que escolhi para sair do lugar-comum. Deu resultado? Pela nota obtida e por ver a prova publicada em um dos maiores jornais do país, como artigo, percebe-se que sim.

O escritor criativo pensa sempre em como surpreender o leitor, premiando-o pelo trabalho de conversar com o autor por meio da escrita, parágrafo por parágrafo, página por página, até o final da viagem, a última palavra do texto. E como surpreender? Basta fazer uma pergunta milagrosa: “De que outro jeito eu posso fazer isso?” E trabalhar para conseguir uma boa resposta.

Mas… será que mesmo aqueles que nunca se dedicaram à escrita conseguiriam alcançar um resultado criativo? Ou só aqueles agraciados com um talento fenomenal conseguem? Tudo é uma questão de começar, manter a disciplina e trabalhar duro até chegar ao melhor resultado – “Minha musa inspiradora é meu prazo de entrega”, disse certa vez o escritor Luis Fernando Verissimo.

Dei os primeiros passos na escrita ainda adolescente, quando conquistei meu primeiro prêmio literário. Daí para cá, sempre contei com os resultados trazidos pela decisão de começar e seguir até o fim. Sem milagres. Hoje não é diferente. Apenas para citar um exemplo, da primeira à última página deste livro foi exatamente desse jeito: muito trabalho. De um lado, a luta sem fim com as ideias e palavras, que não aparecem ou fogem antes de ser capturadas. Do outro, o rigor e profissionalismo da Editora propondo novas mudanças. Enfim, um longo trabalho para que o leitor receba o melhor. Como se vê, persistência é o nome do jogo. Isso nada tem a ver com sorte ou predestinação.

Voltando a você, leitor: o objetivo deste livro é revelar o segredo da arte fascinante de criar e escrever. Para isso, aponto o potencial escondido na associação de diferentes conhecimentos e técnicas a serviço da escrita criativa. Desse modo, essas páginas serão muito úteis para quem já é escritor ou quem quer começar a escrever – seja ficção ou não ficção.

Ao longo da nossa viagem você entrará em contato com instrumentos de criação e persuasão emprestados de diferentes áreas. Além da Propaganda, especialista na arte de persuadir com criatividade, algumas técnicas foram emprestadas do Jornalismo, que sabe como nin­guém informar e ser analítico. Outras vieram da Literatura, generosa em revelar o trabalho dos mestres na produção de obras que vencem o tempo. E ainda da Filosofia, sábia construtora de reflexões atemporais e de valor universal.

Lendo este livro, você vai aprender algumas estratégias e truques essenciais para ter ideias, escrever e revisar/editar:

  • Como lidar com a inspiração e a imaginação, além de tirar proveito do imprevisto, dos estímulos e dos pretextos.
  • Como as etapas do processo criativo conduzem você para frente na busca por uma nova ideia.
  • O poder das anotações na descoberta de assuntos e ideias para criar e escrever.
  • Como o encontro da segunda resposta certa diferencia principiantes e profissionais.
  • Por que o brainstorming, ou “tempestade de ideias”, provoca ótimos resultados.
  • Como a costura de ideias e conceitos dá vida nova a palavras e frases.
  • Você também vai saber:
  • O medo de escrever é normal e pede uma grande coragem: seguir em frente.
  • No início da carreira, imitar os grandes autores é uma grande virtude.
  • Desvendar mistérios e derrubar mitos sobre o que é escrever e ser escritor.
  • Começar o trabalho de escrever é meio caminho andado. Rascunhar, também.
  • Quais as rotinas e hábitos dos grandes escritores.
  • Tudo o que a definição de um tema pode fazer por você e pelo leitor.
  • A construção de frases e parágrafos consistentes.
  • Como chamar a atenção, despertar o interesse, provocar o desejo e levar o leitor à ação.
  • Como o briefing, usado por grandes agências de propaganda, orienta a criação adequada da mensagem.
  • Como o substantivo, ao contrário do adjetivo, trabalha a serviço da clareza e da consistência da mensagem.
  • O que é escrever com estilo, isto é, com personalidade.
  • Como os grandes escritores usam o ritmo para construir textos arejados.
  • O que o verbo pode fazer para o enriquecimento do texto.
  • Como descrever, narrar, dissertar e argumentar.
  • Como construir um texto com coerência, coesão e concisão.
  • Como o título e o subtítulo podem levar o leitor para dentro do texto.
  • O passo a passo para a construção de um bom texto. Sem mistério.

Agora, vá em frente! Afinal, evoluir é um ato prazeroso. Assuma o comando e faça muito sucesso.


Rubens Marchioni é publicitário, jornalista, escritor e palestrante.Estudou Filosofia. Cursou pós-graduação em Propaganda na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Profissional de treinamento, com grande experiência em ministrar cursos e palestras para diferentes públicos, além de dar assessoria em comunicação escrita. Publicou artigos no jornal O Estado de S. Paulo e na revista Mercado Global, da Rede Globo, e é autor de diversos livros.

Comentários

comentário(s)