Close

A História do Português Brasileiro | Ataliba T. de Castilho

Depois de alguns tempos desaparecida, a Linguística Histórica do Português Brasileiro retornou, graças ao trabalho pioneiro de Mary Kato (Unicamp) e de Rosa Virgínia Mattos e Silva (UFBa), e às atividades do Projeto para a História do Português Brasileiro (PHPB).

O PHPB foi criado na Universidade de São Paulo, por ocasião do I Seminário do Projeto para a História do Português Paulista, em 1997. Nesse evento, os participantes decidiram imprimir ao projeto regional uma dimensão nacional, donde sua atual designação. Compreendeu-se que precisamos também disto, para entender melhor quem somos nós, os brasileiros.

O PHPB conta hoje com mais de 200 pesquisadores, distribuídos por catorze equipes regionais. Os pesquisadores aí reunidos se dedicam às seguintes atividades:

  • Organização do corpus diacrônico
  • História social do PB
  • Mudança gramatical do PB
  • Tradições discursivas: constituição e mudança dos gêneros discursivos. Diacronia dos processos constitutivos do texto
  • História do léxico do PB.

O PHPB completou 10 anos em 2007. Surgiu então a ideia de consolidar os resultados obtidos numa grande obra de referência, a coleção História do Português Brasileiro, em doze volumes:

  • Vol. 1 Ataliba T. de Castilho (Coord.) – Linguística Histórica e História do Português Brasileiro.
  • Vol. 2 – Ataliba T. de Castilho (Coord.) – Corpus diacrônico do português brasileiro
  • Vol. 3 – Demerval da Hora, Elisa Battisti, Valéria Neto de Oliveira Monaretto (Coords.) – Mudança fônica do Português Brasileiro
  • Vol. 4 – Célia Regina dos Santos Lopes (Coord.) – Mudança sintática das classes de palavras: perspectiva funcionalista
  • Vol. 5 – Ataliba T. de Castilho (Coord.) – Mudança sintática das construções: perspectiva funcionalista
  • Vol. 6  Sonia Cyrino e Maria Aparecida Torres Morais (Coords.) – Mudança sintática do português Brasileiro: perspectiva gerativista | Lançamento previsto para junho de 2018
  • Vol. 7 – Maria Lúcia C.V.O. Andrade e Valéria Severina Gomes (Coords.) – Tradições discursivas do português brasileiro: constituição e mudança dos gêneros discursivos | Lançamento previsto para 12 de abril de 2018
  • Vol. 8 – Eduardo Penhavel e Marcos Rogério Cintra (Coords.) – Abordagem diacrônica dos processos de construção textual
  • Vol. 9 – Dinah Callou e Tânia Lobo (Coords.) – História social do Português Brasileiro: da história social para a história linguística
  • Vol. 10 – Jânia Ramos e Marilza de Oliveira (Coords.) – História social do Português Brasileiro: da história linguística para a história social
  • Vol. 11 – Rodolfo Ilari e Renato Basso (Coords.) – Semântica diacrônica do Português Brasileiro
  • Vol. 12 – Vanderci Aguilera e Fabiane Cristina Albino (Coords.) – Léxico Histórico do Português Brasileiro.

A série acaba de ser inaugurada, com a publicação do volume 4, coordenado por Regina Célia dos Santos Lopes. O leitor encontrará aqui os seguintes temas: a reorganização do sistema pronominal da segunda pessoa, formas simples e perifrásticas do verbo, os advérbios, as preposições. Neste, como nos demais volumes, temas centrais para o conhecimento do Português Brasileiro são retomados, desta vez, de um ponto de vista histórico.

A série reafirma a prática da Linguística brasileira de enfrentar grandes problemas de nossa identidade linguística trabalhando numa forma coletiva.

Foi assim com o Projeto da Norma Urbana Linguística Culta, que trouxe a oralidade para a agenda da Linguística brasileira, com o Projeto de Gramática do Português Brasileiro Falado, cujos 7 volumes da fase de consolidação foram igualmente publicados pela Contexto, para não falar em muitos projetos de alcance regional.

Lendo esta nova coleção, os interessados terão à sua disposição o que de melhor se tem feito em nosso país, nesta área de estudos.


Ataliba T. de Castilho, licenciado em Letras Clássicas e doutor em Linguística, foi professor em três universidades públicas de São Paulo: a Universidade Estadual Paulista, campus de Marília, a Universidade Estadual de Campinas e a Universidade de São Paulo. Atualmente, é professor sênior na Universidade de São Paulo e colaborador voluntário na Universidade Estadual de Campinas. Coordenou os seguintes projetos coletivos de pesquisa: Nurc/SP, Gramática do Português Falado, História do Português Brasileiro – equipe de São Paulo. É o editor geral da obra coletiva (em andamento) História do Português Brasileiro. É membro do corpo editorial das seguintes revistas: Alfa (da Unesp), Linguística (da Associação de Linguística e Filologia da América Latina), Revista do GEL, Cadernos de Estudos Linguísticos (Unicamp) e Filologia e Linguística Portuguesa (USP). Tem desenvolvido pesquisas na área de Linguística do Português, com ênfase na descrição da língua falada, na sintaxe do português brasileiro, na história do português brasileiro e na teoria multissistêmica da linguagem. Foi um dos principais idealizadores do Museu da Língua Portuguesa e desde 2006 é assessor linguístico da instituição.