Close

Língua e Sociedade Partidas

lingua-e-sociedade-capaLínguas não existem fora das sociedades humanas. Nesta obra primorosa e abrangente, o linguista Dante Lucchesi articula a constituição do português brasileiro ao processo econômico-social de formação da nação brasileira. Assim, mostra como se consolidou a polarização entre língua e sociedade no Brasil. E vai além. Defende que os estudos sociolinguísticos são imprescindíveis e devem ser aprofundados, mas que não podem ficar restritos aos pesquisadores: têm de chegar a todos os estudantes, inclusive os alunos do básico.

Um livro para incomodar.

“O livro Língua e sociedade partidas: a polarização sociolinguística do Brasil apresenta uma visão original e abrangente do panorama sociolinguístico brasileiro. Essa análise, com base numa crítica ao caráter atomístico e mecanicista da pesquisa sociolinguística, articula a constituição do português brasileiro ao processo econômico-social de formação da nação brasileira. O livro abre importantes perspectivas para um programa de pesquisa sociolinguística fundada, ao mesmo tempo, numa teoria da estrutura linguística e numa teoria geral das comunidades de fala. Também analisa, com agudeza, a questão da padronização gramatical, um dos problemas do insucesso do ensino de português no país. Portanto, é um livro extremamente importante para linguistas, gramáticos, professores de português, mas também para todos os que se interessam pela formação do Brasil.

Ao ler o parágrafo acima, alguém poderia pensar que se trata de uma obra que só pode ser entendida por iniciados. Não. Pelo contrário, encanta a absoluta legibilidade do livro. O autor tem mão leve no uso do jargão dos linguistas e, por isso, qualquer pessoa pode ler e entender a obra. Ao mesmo tempo, usa, com parcimônia e rigor, as citações. Além disso, facilita a leitura, fazendo uma introdução a cada capítulo, em que explica como ele será estruturado. Tem-se a impressão de que o autor, desejando que suas teses fossem lidas, redigiu o livro tendo em mira um público mais amplo do que aquele formado por seus pares.”

José Luiz Fiorin

Sobre o autor

Dante Lucchesi é professor titular de Língua Portuguesa da Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde se formou em Letras Vernáculas, em 1986, tendo obtido o título de mestre em Linguística Portuguesa Histórica pela Universidade de Lisboa, em 1993, e o de doutor em Linguística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 2000. Coordena o projeto Vertentes do Português Popular do Estado da Bahia, sendo bolsista de produtividade em Pesquisa (Nível 1-C), do CNPq. Autor de livros, diversos artigos e capítulos de livro no Brasil e no exterior, nas seguintes áreas: história da língua portuguesa no Brasil, contato entre línguas, análise sociolinguística e história da Linguística.

A imagem ilustrativa é da obra “Operários”, de Tarsila do Amaral