Close
entusiasmo

O entusiasmo como força transformadora | Rubens Marchioni

O ENTUSIASMO É A FORÇA que nos leva mais longe, porque ele tem a mesma capacidade impulsionadora encontrada no combustível de avião – o filósofo americano Ralph Waldo Emerson lembra que ‘Nunca se realizou nada de grande sem entusiasmo’. ‘Nem que seja para fazer alfinetes, o entusiasmo é indispensável para sermos bons no nosso ofício’, disse outro pensador, Denis Diderot. Ora, essa força nos torna mais capazes de atingir os objetivos aos quais nos propomos. Como que de repente, as coisas começam a dar certo. Tudo se encaixa, tudo flui e faz sentido.

É então que surge um desafio: após a decolagem, precisamos nos manter atentos. Não é o caso de supervalorizar a conquista do espaço. Nem de agir como se a partir daí nenhum risco de fracasso rondasse a nossa empreitada, agindo com excesso de cautela ou injetando combustível além do recomendável. As duas atitudes podem provocar acidentes fatais.

Uma vida feita de entusiasmo provoca sempre os melhores resultados. Uma vida feita de entusiasmo na medida certa, esta sim se torna imbatível. É fonte de realização pessoal e de contribuição para o aprimoramento da sociedade.

Como se vê, é essencial se lembrar da importância do equilíbrio – ‘In medio stat virtus’. Usado acima da média, o entusiasmo pode provocar acidente; empregado em quantidade inferior ao recomendado, tem tudo para transformar qualquer projeto num fiasco. O equilíbrio garante a viabilidade do trabalho em andamento. Graças a ele, o número de fracassos se torna cada vez menor, enquanto aumenta os índices de sucesso. Desde que tudo se mantenha em boa medida, evita-se ser traído pelo excesso de autoconfiança.

Assim, toda atenção deve ser dada ao processo. E para saber se deu certo, pergunte-se: as coisas estão acontecendo como foram projetadas, isto é, de maneira vigorosa e inteligente? Se a resposta for positiva, celebre. Como se pode ver, entusiasmo faz bem. Melhor ainda, quando usado de maneira estratégica, para não se reduzir a um simples exercício de jogar-se no escuro, aventura sem plano e sem nada.

Essa força propulsora está à nossa disposição, e pede inteligência na hora de decidir pelo seu uso, a fim de que funcione a nosso favor e nos leve ao sucesso desejado. Quando isso acontece, os resultados positivos surpreendem e criam seguidores. Não raro, percebe-se a disseminação de uma nova forma de ver e compreender o mundo. Em muitos casos, no entanto, ela pode sofrer ataques, às vezes movidos pela inveja ou por concorrentes, incomodados com os resultados. É do jogo.

Tocar em frente, no entanto, é o caminho mais promissor. A prova de que se obteve o melhor resultado está na concretização das metas estabelecidas desde o início.

Viver uma vida com entusiasmo: essa filosofia cai muito bem em você que, de resto, quer deixar o chão e atingir as nuvens, transformando ideias em sucesso comprovado. Boa viagem.


RUBENS MARCHIONI é palestrante, publicitário, jornalista e escritor. Eleito Professor do Ano no curso de pós-graduação em Propaganda da Faap. Autor de Criatividade e redação, A conquista Escrita criativa. Da ideia ao textorubensmarchioni@gmail.com — http://rubensmarchioni.wordpress.com