Meu Carrinho
0

Jamais estive só: prisão, política e meu povo

Jamais estive só: prisão, política e meu povo

R$ 99,90
Parcelas e formas de pagamento
MasterCard
1 x R$ 99,90 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 99,90
Visa
1 x R$ 99,90 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 99,90
Amex
1 x R$ 99,90 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 99,90
Elo
1 x R$ 99,90 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 99,90

Gostaria de receber notificação quando este produto estiver disponível?

Calcular frete e prazo
Entrega Frete Prazo
Digite um CEP e clique no botão OK.
Autores: Natan Sharansky,
Gil Troy
ISBN: 978-65-5541-269-7
Formato: 23 x 16 cm
Lombada: 3,5 cm
Peso: 0,764 kg
Acabamento: Brochura
N. de páginas: 560
Assunto: Interesse geral, Biografia

“Durante seu longo encarceramento, Sharansky continuou a demonstrar pura coragem e o mais nobre comprometimento com seus direitos como indivíduo: a liberdade é o ideal mais prezado pelos americanos, e ele se tornou um símbolo desse amor à liberdade.”

99ª Premiação da Medalha de Ouro do Congresso.
“Num tempo em que muitos ativistas políticos se viam como acessórios da criminalidade e de assassinatos em nome de suas causas, a vida do Sr. Sharansky foi enobrecida por seu propósito. Ele abraçou o peso da história judaica quando podia simplesmente tê-la deixado de lado. Ao fazer isso, fez toda a humanidade progredir.”
Robert Stone para o New York Times Book Review.
“A vida de Sharansky ilustra a força do espírito humano. Ele continua sendo um poderoso defensor do princípio de que todas as pessoas merecem viver em liberdade.” 
Citação que acompanha a Medalha Presidencial da Liberdade, 2006.

Em 1977, Natan Sharansky – um ativista líder do movimento democrático dissidente da União Soviética e do movimento pela livre emigração judaica – foi preso pela KGB. Acusado de traição contra o Estado, passou nove anos como preso político. Todos os dias, Sharansky lutou pela liberdade individual em face da tirania, uma luta que viria a definir toda a sua vida.
Jamais estive só revela como os anos de Sharansky na prisão – muitos deles dentro de solitárias hostis – prepararam-no para uma vida bastante pública depois de sua soltura. Como político israelense e chefe da Agência Judaica, Sharansky trabalhou com uma clareza moral extraordinária e uma honestidade tão intransigente que chegava a ser, por vezes, desconfortável. Seu relato é repleto de reflexões sobre seu tempo como preso político, sua posição na história que se desdobrava em Israel e no Oriente Médio e seus empenhados esforços para unir o povo judeu. Escrito com franqueza, afeto e humor, a obra nos oferece as profundas considerações de um homem que abraçou a essencial luta humana: a de encontrar sua própria voz, sua própria fé e o povo ao qual poderia pertencer.

Tradução: Margarida Goldsztajn

Até o momento não há avaliações para esse produto.

Receba nossa Newsletter

Receba ofertas e novidades exclusivas.
Editora Contexto - Rua Doutor José Elias, 520, Alto da Lapa | 05083-030-São Paulo-SP | CNPJ: 57.105.736/0001-41